domingo, 19 de julho de 2015

Entrevista com Krisna Rimeriano - A Deusa de Anília

Essa é uma entrevista de um leitor curioso em conhecer um pouco mais da protagonista da história A Deusa de Anília, Krisna Rimeriano.
Leitor: Olá, Krisna. Tudo bem? Conte-nos um pouco sobre você.
Krisna Rimeriano: Tudo bem, graças aos Deuses. Não sou muito de falar de mim. O que posso dizer é que sou a Deusa de Anília e amo muito minha ilha. Estou aqui há muito tempo, tanto que até parei de contar.
Leitor: Então você é velha? Se não quiser responder, tudo bem.
Krisna Rimeriano: Sim e não. Se for pensar pelo lado da idade sim, mas me sinto muito jovem. Ainda tenho muito pra viver e quero viver muito.
Leitor: Você nasceu ou se tornou uma deusa? O que você faz?
Krisna Rimeriano: Eu prefiro acreditar que me tornei uma deusa após a morte dos meus pais. Digo isso, porque quando eram vivos eu era uma pessoa normal. Vivia só por viver e não tinha responsabilidades à cumprir. Minha principal função é proteger Anília.
Leitor: Anília tem muitos inimigos?
Krisna Rimeriano: Anília ainda tem pontos inexplorados e isso atrai muitos aventureiros e alguns exploradores. Sempre tentamos manter um contato de cordialidade com nossos visitantes e vizinhos. Não somos um povo guerreiro por natureza.
Leitor: Você é uma moça muito bonita. Por que ainda está solteira? Nunca se casou?
Krisna Rimeriano: Muito obrigada. Não há um dia que não receba um pedido de casamento, mas não, nuca me casei e não sei quando isso irá acontecer.
Leitor: Como seria o homem da sua vida? Aquela pessoa para compartilhar todos os momentos?
Krisna Rimeriano: Creio que seja alguém que compartilhasse dos mesmos sentimentos que tenho por Anília. Uma pessoa que deseja alcançar sucesso, enriquecer ou que deseje me dominar ou ao meu povo nunca seria minha escolha. Talvez por isso ainda esteja só.
Leitor: Ouvi alguns boatos de que um certo mago pretende pedir sua mão?
Krisna Rimeriano: Nunca aceitaria o pedido de um mago. Eles não são confiáveis.
Leitor: Obrigado pela entrevista. Nos vemos em setembro na XVII Bienal Internacional do Livro no RJ. Uma última pergunta. O que diria para os leitores sobre a história A Deusa de Anília?
Krisna Rimeriano: Eu que agradeço. Você foi muito gentil.
Olá visitantes, espero que gostem da ilha de Anília. Somos um povo simples, mas hospitaleiro. Você tem a liberdade de ir e vir, desde que não afronte os Deuses. Se você for mago, não esqueça de se registrar. Os Deuses estão me dizendo que vocês podem correr perigo. Farei o possível para protegê-los.
Sejam todos bem-vindos à Anília. Que os Bons Deuses iluminem seus caminhos e que vocês tenham uma ótima estadia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar.